(11) 3280-6979

O inverno de 2018 se inicia às 07h07 (sem horário de verão) do dia 21 de junho de 2018, marcado pelo evento astronômico conhecido por Solstício de Inverno, ou seja, o período em que o Hemisfério Norte está mais inclinado em direção do Sol.

O inverno é uma época do ano que pode apresentar desafios para muitas pessoas, incluindo perda de motivação, falta de escolhas saudáveis e uma desconexão com o alegre espírito do verão. Muitas pessoas também sentem mais dores no corpo ou tensões nesta época de frio. Neste ritmo imposto pela nova estação, com dias mais escuros e frios, nosso humor pode ter variações, chegando até a trazer um tipo de depressão chamado Transtorno Afetivo Sazonal (S. A. D), com sintomas de ansiedade, falta de esperança, irritabilidade e fadiga.

Esta atitude em relação ao inverno pode levar a uma menor satisfação interna. Aqui fica então o convite para que você veja o inverno como uma oportunidade de experimentar novas coisas e se adentrar ao mundo da atenção plena (mindfulness).

Como a prática de mindfulness pode nos ajudar

A prática de mindfulness nos ajuda a tranquilizar o corpo, nos ajudando a lidar melhor com dores e desconfortos.  A prática de mindfulness nos ajuda a aquietar o ruído da mente, simplesmente sentir e ouvir. Pode parecer estranho para quem não tem familiaridade, mas a ciência tem constantemente publicado novos estudos sobre os benefícios da prática da atenção plena e os efeitos de viver de forma consciente. Dê uma chance para você mesmo e experimente, nem que seja por alguns dias.

Quando praticamos mindfulness nos tornamos mais conscientes de tudo. Nosso corpo fala conosco todo o tempo, ele nos avisa quando temos fome, quando nos sentimos bem, cansados, energizados, que alimentos nos fazem sentir bem ou mal. Mas muitas vezes nós não ouvimos o nosso corpo. Nossos pensamentos nos agarram e começam a ditar nossas ações, se não estivermos atentos. Podemos pensar ou parar de pensar em praticamente tudo. Nós também podemos direcionar nossos pensamentos para alegria ou tristeza.

A prática de mindfulness também nos ajuda a lidar com os efeitos negativos do inverno sobre nós construindo resiliência, a habilidade de se adaptar às mudanças e superar as coisas desagradáveis em nossas vidas, sem nos sentirmos sobrecarregados por elas. Não importa se somos desafiados por nosso humor ou tempo frio, estar presente e acolhendo os sentimentos negativos com curiosidade e sem julgamentos pode nos ajudar a suavizar estes estados emocionais que emergem e fortalecer nossa habilidade de nos recuperarmos em situações semelhantes.

Também nos ajuda a entender e abraçar a impermanência da vida. Quando estamos engajados em cada momento com atenção plena, seja o que estiver surgindo em nossos pensamentos, sentimentos e experiências, ganhamos consciência de que a mudança é a natureza de todas as coisas. Compreender a existência da impermanência pode nos beneficiar nestes momentos de humor deprimido, e nos ajudar a perceber que estes sentimentos eventualmente passarão.

Outra ferramenta que temos com a prática de mindfulness é o poder da perspectiva. Diz o ditado: “Mude como você vê e veja como você muda.” Por exemplo, ao invés de direcionar nosso foco para o que está faltando no inverno – calor, sol, flores – podemos mudar nossa consciência para perceber os seus presentes para nós. Uma mudança consciente de perspectiva, praticada com regularidade, pode se tornar incorporada em nosso cérebro graças à neuroplasticidade.

Algumas sugestões para levar mindfulness para o seu dia-a-dia

  1. Movimente-se a ande com consciência do seu corpo e do movimento.
  2. Caminhe mais lentamente sentindo os seus pés tocando o chão a cada passo.
  3. Faça pequenas pausas ao longo do dia e respire profundamente algumas vezes.
  4. Observe a natureza com curiosidade, pode sem uma planta dentro da sua casa, as árvores na rua ou o céu. Faça passeios em um parque.
  5. Treine a sua mente. Leia livros, aprenda coisas novas e perceba quando está distraído e traga sua atenção para o que está fazendo.
  6. Alimente-se de forma saudável, consciente das escolhas que está fazendo, sentindo os aromas, cores, texturas e sabores de cada garfada.
  7. Cuide de você, com atitudes que o faça se sentir bem. Um banho cheiroso, uma massagem relaxante, um encontro com amigos.

Quando estamos conscientes – atentos ao nosso ambiente, às comidas que comemos, aos pensamentos que temos, às ações que fazemos e às pessoas em aos nosso redor, a maneira como nos conectamos e nos apresentamos ao mundo, nos permite fazer escolhas mais saudáveis e fazer o bem aos outros, criando um mundo melhor e nos tornando mais felizes.

Dica de prática para iniciantes

Sente-se em uma cadeira com as costas eretas, preferencialmente sem o apoio do encosto, com a intenção de se manter alerta, mas também relaxado. Você pode escolher fechar os olhos ou mantê-los semiabertos olhando para um ponto à sua frente, sem forçar o olhar. Repouse as suas mãos sobre as pernas, de uma maneira que seja confortável para você. Inspire profundamente duas ou três vezes, expirando lenta e suavemente. Deixe a sua respiração encontrar o seu ritmo natural por si só, sem forçar. Acompanhe alguns ciclos de respiração completo, percebendo no seu corpo cada fase com curiosidade. Quando desejar, mexa os dedos dos pés e mãos e deixe o seu corpo fazer os movimentos que desejar, abrindo os olhos quando estiver pronto para seguir com suas próximas atividades.

Meditações

Você pode usar o vídeo abaixo para te guiar na sua prática

Você pode experimentar também a meditação da Mudança de Estações (em inglês), oferecida pelo The Mindfulness Project, do Reino Unido.

Quer aprender mais? Conheça aqui os cursos de Mindfulness do ILAMB e veja as próximas datas na nossa agenda.

Agenda ILAMB

Feliz Inverno!

Marina Neumann é Engenheira Eletrônica, MBA; desenvolveu sua carreira como executiva em multinacionais na área de TI. Pratica meditação há mais de vinte anos. Especialista em Mindfulness pela Escola Paulista de Medicina/UNIFESP. Outras certificações em Mindfulness: MTI Mindfulness Trainings International; Mente Aberta Mindfulness Brasil Mindfulness (MBHP); Mindfulness Based Relapse Prevention (MBRP- Brasil); Mindfulness para Escolas (Mindful Schools); Mindfulness para Pacientes com Câncer (MBCT-Ca, Bangor University). Afiliada ao Institute for Mindful Leadership de Janice Marturano, sendo a única autorizada a ministrar o treinamento no Brasil e Teacher in Training do Programa Search Inside Yourself, Inteligência Emocional Baseada em Mindfulness para Líderes, programa criado dentro do Google.