(11) 3280-6979

Mindfulness na alimentação

Mindful Eating é comer de maneira consciente: para cultivar a atenção plena podemos fazer o mesmo de sempre (andar, sentar, trabalhar, comer) com percepção consciente do que estamos fazendo. Ao comer, sabemos que estamos comendo. Nossa mente está conectada às nossas ações. Quando comemos uma fruta, tudo o que precisamos é atenção plena para nos darmos conta disto: Estou com uma maçã na boca. Nossa mente não precisa estar em nenhum outro lugar. Se está pensando em trabalho enquanto mastiga, não estará comendo com atenção plena. E se quiser, pode ver as sementes da maçã, o pomar, o céu, o fazendeiro, quem colheu, etc.

Quando comemos, normalmente pensamos. No entanto, podemos desfrutar muito mais se tentarmos não pensar enquanto comemos. Podemos estar atentos apenas à comida. Algumas vezes, comemos sem estar atentos a esse fato. Nossa mente não está focada. Comemos sem perceber o sabor da comida. Mindful eating nos tira do piloto automático.

Quando nos servimos em um bufê e levamos nosso prato à mesa, não precisamos ter o sentimento de esperar que os demais se sirvam e se sentem. Tudo o que devemos fazer é respirar e desfrutar do fato de estarmos sentados. Ainda não comemos, mas podemos sentir alegria e gratidão, uma oportunidade para ficar em paz. Na fila do restaurante ou esperando a hora de comer, não precisamos perder nosso tempo, não precisamos esperar. Podemos desfrutar de nossa respiração, nutrindo e cuidando de nosso corpo. Podemos aproveitar esse momento para perceber que em pouco tempo estaremos comendo e assim ficamos felizes e repletos de gratidão. Em vez de esperar, podemos gerar alegria.

Podemos pisar no freio e realmente desfrutar da nossa comida. Sentar em silêncio e aproveitar cada mordida, atento à presença de quem está ao redor, ao trabalho de quem tornou possível aquela comida. Assim nos nutrimos fisicamente e espiritualmente. Podemos meditar tão bem quanto sentados ou caminhando.

Enquanto comemos, podemos tentar prestar atenção somente a duas coisas: na comida que estamos degustando e nos amigos ao nosso redor, comendo conosco. Atenção plena à comida e à comunidade. Se estamos com outros, notamos como é maravilhoso sermos capazes de encontrar tempo na nossa vida agitada de sentar e relaxar juntos.

Enquanto mastigamos, podemos saber que o universo inteiro está presente naquele pedaço de comida. O céu e a terra colaboraram para levar essa garfada à sua boca. Enquanto respira, só precisa de um ou dois segundos para se dar conta disto.

Antes de qualquer coisa respire, fique atento à sua respiração. Respire tentando se nutrir.

Desligue a televisão, o rádio e também as conversas e imagens presentes em sua mente para estar verdadeiramente presente.

Não precisamos comer muito para estarmos nutridos, quando estamos presentes e vivos a cada pedaço de comida, cada mordida nos enche de paz e felicidade. Repletos dessa alegria, podemos descobrir que nos sentimos naturalmente satisfeitos com menos comida.

“Inspirando, acalmo meu corpo. Expirando, eu sorrio. ” Repita 3x antes de iniciar a refeição.

Mastigue sua comida, não suas preocupações. Pare de pensar em trabalho, esqueça as preocupações, esqueça tudo o que não estiver acontecendo quando estiver comendo. Não mastigue suas preocupações, seus medos, sua raiva. Caso mastigue seus planejamentos e sua ansiedade, será complicado ser grato por cada pedacinho de comida. Simplesmente mastigue seus alimentos.

Não feche os olhos nem desvie o olhar ao mastigar. Ao mastigarmos, espiramos, desfrutamos de nossa respiração e também de nossa habilidade para comer e retirar nutrientes do que comemos. Se estiver acompanhado, perceba que todos estão animados, que estão bem. Você se nutrirá também da presença dos colegas ou família.

Certas vezes, o dia está tão cheio que comemos correndo de um lado para o outro, comemos no carro ou caminhando. Coma sentado, parado. Quando nos sentamos, nos lembramos que devemos parar. Não temos nada a fazer, nenhum lugar aonde ir.

Inspirando, percebo que meu corpo continua presente. Expirando, sorrio para o meu corpo.

Faça pelo menos uma refeição em silêncio por semana. Se estiver com outras pessoas, tenha conversas com consciência plena, conversem sobre coisas que nutrem.

Adaptado do Texto de Thich Nhat Hanh – A Arte de Comer

Para maiores informações: https://ilamb.co/agenda-contato/