(11) 3280-6979

Qual a importância de silenciar-se por um momento?

Quando deixamos o barulho externo ou o nosso próprio barulho interno afetar nossas emoções ou nublar os nossos pensamentos, é um bom momento para silenciar-se. Assim (re)encontramos a nossa tranquilidade e clareza internos. Exatamente como “baixa” a poeira daqueles globos de neve de viagem quando a deixamos quieta por alguns minutos.

Retornei recentemento de uma semana de imersão da formação de Instrutores Sêniores da MTi – Mindfulness Training International, realizado no delicioso bairro da Demétria em Botucatu. Éramos doze alunos e foi um grupo muito especial. Falamos sobre o simbolismo do número doze: 12 apóstolos, 12 cavaleiros, 12 meses, 12 signos, 12 horas diurnas, 12 horas noturnas. Pesquisamos até o significado do doze na Cabala, onde este número carrega muitas vibrações, tendo muita influência sobre as pessoas. Compreende os mundos da formação, criação, emanação e ação, sendo assim associado ao pensamento e à mente, saúde, essência dos objetos e das coisas, evolução e desenvolvimento.

Tivemos trocas, ensinamentos, meditação e silêncio! E neste silêncio surgiram para mim muitos insights e uma imensa tranquilidade. É no silêncio que podemos nos aprofundar no que está dentro de nós e usar isto para nosso próprio crescimento e desenvolvimento, fazendo escolhas mais conscientes para uma vida mais feliz.

Na mesma semana uma amiga nos EUA voltou de um retiro de silêncio e postou o poema abaixo do chileno Pablo Neruda, que começa assim: ”agora contaremos até doze” … Compartilho então minha tradução livre deste belo poema, com a intenção de que você aceite este convite para se silenciar por um momento…

Silenciar-se

Agora contaremos até doze
e ficaremos todos quietos
ao menos uma vez sobre a terra
não falaremos em nenhum idioma,
por um segundo vamos parar,
sem mover tanto os braços.

Seria um minuto perfumado,
sem pressa, sem motores,
estaríamos todos juntos
em uma inquietude instantânea.

Os pescadores do mar gelado
não fariam mal às baleias
e o trabalhador do sol
olharia para as suas mãos machucadas.

Os que preparam guerras verdes,
guerras de gás, guerras de fogo,
vitórias sem sobreviventes,
se vestiriam com uma roupa pura
e andariam com seus irmãos
pela sombra, sem fazer nada.

Que não confunda o que quero
com a inatividade definitiva:
a vida é somente o que se faz,
não quero nada com a morte.

Se não pudemos ser unânimes
agitando tanto as nossas vidas,
talvez não fazer nada uma vez,
talvez um grande silêncio possa
interromper esta tristeza,
este contínuo não nos entendermos,
e nos ameaçarmos com a morte,

Talvez a terra nos ensine
quando tudo parece morto
e logo depois tudo estava vivo.

E agora eu contarei até doze
e você se cala e vou embora.

– Pablo Neruda

 

Texto Original: Callarse

Ahora contaremos doce
y nos quedamos todos quietos.

Por una vez sobre la tierra
no hablemos en ningún idioma,
por un segundo detengámonos,
no movamos tanto los brazos.

Seria un minuto fragante,
sin prisa, sin locomotoras,
todos estaríamos juntos
en una inquietud instantánea.

Los pescadores del mar frío
no harían daño a las ballenas
y el trabajador de la sal
miraría sus manos rotas.

Los que preparan guerras verdes,
guerras de gas, guerras de fuego,
victorias sin sobrevivientes,
se pondrían un traje puro
y andarían con sus hermanos
por la sombra, sin hacer nada.

No se confunda lo que quiero
con la inacción definitiva:
la vida es solo lo que se hace,
no quiero nada con la muerte.

Si no pudimos ser unánimes
moviendo tanto nuestras vidas,
tal vez no hacer nada una vez,
tal vez un gran silencio pueda
interrumpir esta tristeza,
este no entendernos jamás
y amenazarnos con la muerte,
tal vez la tierra nos enseñe
cuando todo parece muerto
y luego todo estaba vivo.

Ahora contare hasta doce
y tu te callas y me voy.

– Pablo Neruda

Gostaria de aprender como trazer este silêncio para dentro de você?
Clique aqui para ver o calendário com os próximos cursos e eventos de Mindfulness.

Recomendo também este outro post sobre o tema: “A importância do silêncio, criando uma pausa no frenético dia-a-dia”.

Engenheira Eletrônica, MBA; desenvolveu sua carreira como executiva em multinacionais na área de TI. Pratica meditação há mais de vinte anos. Especialista em Mindfulness pela Escola Paulista de Medicina/UNIFESP. Instrutora Sênior pela MTI Mindfulness Trainings International. Outras certificações em Mindfulness; Mente Aberta Mindfulness Brasil Mindfulness (MBHP); Mindfulness Based Relapse Prevention (MBRP- Brasil); Mindfulness para Escolas (Mindful Schools); Mindfulness para Pacientes com Câncer (MBCT-Ca, Bangor University). Afiliada ao Institute for Mindful Leadership de Janice Marturano, sendo a única autorizada a ministrar o treinamento no Brasil. Certified Teacher Search Inside Yourself (Instrutora Certificada Busque Dentro de Você), Inteligência Emocional Baseada em Mindfulness para Líderes, programa criado dentro do Google.